sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Como eu me tornei uma mãe (de) coruja

Tempos atrás eu escrevi um post pra contar a história do Nino, um pardal de perninha quebrada que caiu do ninho ainda muito pequeno e viveu comigo por vários anos.
Mas não é exagero dizer que, além do Nino, dezenas de outros pássaros passaram pela minha vida, em situações parecidas com a dele.
E os dois mais recentes são os mais inusitados, porque é um bicho que até então eu não topava de jeito nenhum...
E tanto eu não sabia nada a respeito deles, como demorei pra entender afinal de que bicho se tratava. Pensei que seriam maritacas... shame on meSão corujas!
Elas caíram do ninho, que ficava numa árvore. E foi um milagre encontrá-las vivas, porque naquele dia havia seis cachorros no quintal e eles não são especialmente amigáveis com pássaros. Conversei com um veterinário, que recomendou colocá-las de volta no ninho e esperar que a mãe voltasse. Mas ela não voltou.
Aí adivinha quem ficou cuidando dos filhotes, né?

Aqui estão Fernandinho e Brigitte!

Olha o tamanho desses pés!

Elas cresceram super rápido. Quando foram encontradas, ainda estavam com os olhinhos fechados, mas abriram dois dias depois.



É muito engraçado como a expressão delas muda o tempo todo. Quando estão relaxadas, ficam redondinhas como na foto acima. Quando estão prestando atenção em alguma coisa, essas peninhas em forma de orelhas sobem, os traços pretos do rosto ficam mais angulosos e elas esticam o corpo e parecem mais esguias, como na foto abaixo.


A cor da plumagem da barriga já começou a se definir. Estão quase adultas.
Por um tempo, elas só aceitavam comer papa de ovo, que é um alimento para filhotes de pássaro que vende em pet shops. Depois que cresceram um pouco, começaram também a comer carne e insetos.

Camufladinhas na árvore, onde elas mais gostam de ficar

Eu fiz um esforço pra não domesticá-las, não ficar com muita frescura nem pegando muito, porque minha intenção desde o começo foi devolvê-las ao habitat natural assim que tivessem condições de sobreviver sozinhas. Infelizmente a coisa não saiu como eu planejava. Elas não tem medo de nada, não caçam e ainda aprenderam por conta própria a se equilibrar nos nossos ombros. Mas é compreensível, porque quando abriram os olhos pela primeira vez, não foi a mãe delas que elas viram: era eu, alimentando-as com auxílio de uma seringa.
O problema é que, quando se tratam de animais silvestres, as instruções que a gente recebe são de enlouquecer. O primeiro profissional com quem eu conversei disse que elas teriam plenas condições de viver num ambiente natural, desde que eu não as domesticasse, não falasse muito com elas e ninguém se aproximasse mais do que o necessário. O segundo disse que elas poderiam viver livres, não importava a forma como eu as criasse, porque "coruja se adapta" (mas hein???). O terceiro disse que soltá-las seria condená-las à morte. O Google também não ajudou muito. E eu já tive um pássaro que também caiu do ninho e foi criado da mesma forma, tentei soltá-lo e ele voltou pra casa dois dias depois, faminto e desidratado. Logo ele ficou bem, e eu não o soltei mais senão dentro de casa, mas não sei se dá pra confiar na sorte a ponto de que, caso elas não saibam viver sozinhas, isso aconteça duas vezes.
Enquanto as corujas crescem e a gente decide exatamente o que fazer, elas nos presenteiam com toda sua exótica fofura.



Trabalhar assim é bem mais divertido!

52 comentários:

  1. Que legal!!! Eu nunca vi ninguém com corujas de estimação. hahaha Amei esse seu cuidado e demonstração de amor por elas <3

    http://blogproscenio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que coisas mais amorosas ♥ tbm sou louca para ter uma coruja, mas é complicado criar em casa

    http://gotasdecaffe.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/GotasdeCafeblog
    Curte a Fanpage do Blog? ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É complicado sim... Elas precisam de muito espaço, a alimentação é muito específica (não existe uma ração que a gente possa comprar em pet shops, como outros pássaros mais comuns), os cuidados são muito diferentes do que um cachorro ou gato.
      Não acho legal ter pássaros em casa, os que tenho são todos resgatados.
      Mas realmente elas são muito amorosas, umas fofuras! Fazem valer a pena todo o trabalho que a gente tem com elas.
      Beijo

      Excluir
  3. oooown, que coisas mais lindas! também nunca tinha visto alguém ter corujas em casa, mas deve ser uma graça! Além de ser sonho de muita gente HAHAHA

    eu nunca vi uma coruja ao vivo, acredita? queria muito ter essa experiência *-*

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente não é algo muito comum! Hahaha
      Eu vejo muitas corujas porque tem bastante na região onde eu moro, mas morria de medo delas!
      Beijo

      Excluir
  4. Oi Anne fiquei encantada com a sua história! Sou apaixoanda por corujas mas ao mesmo tempo tenho um pouco de medo, pq elas são meio bravas. Mas as suas parecem uns doces! Parabéns pela sua atitude! Beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Marina!
      Muito obrigada!
      Que legal que você gostou!
      Eu morria de medo de corujas e fiquei toda apavorada quando descobri que aqueles dois filhotinhos de que eu estava cuidando eram justamente corujas.
      Em ambiente natural elas são mesmo bravas, mas o Fernandinho e a Brigitte são uns amores, muito mansinhos.
      Beijo

      Excluir
  5. Anne que gracinha,eu acho que não conseguiria soltar..eu fico tão apegada que sofreria muito se soltasse.
    Admirada com seu carinhos com os animais,parabéns!!!
    Lindas suas corujas ♥
    Bjim

    http://www.vitaminafeminina.com/

    ResponderExcluir
  6. Meu deus que coisa mais fofaaaaa! Eu já cuidei de um passarinho adulto machucado e soltei, mas ele estava com muito medo, me evitava ao máximo de me aproximar deles... agora nesse caso você pegou eles desde filhotinhos, não acho que eles sobreviveriam, eu não teria coragem.

    Beijoos, Love is Colorful * Sorteio Lente Fisheye

    ResponderExcluir
  7. Que demais isso! Nunca vi uma pessoa ter uma coruja em casa, deve ser incrível! Hahaha
    Beijos,
    Julie | http://www.juliechagas.com/

    ResponderExcluir
  8. Mas que fofura!
    Você é muito linda por cuidar dessas belezuras!
    Parabéns!
    Aposto que eles te amam!
    Beijos

    http://www.utilidadebobagem.com/

    ResponderExcluir
  9. Se elas vao ser domesticadas eu não sei, mas só sei que elas amaram a mamãe que adotou =) LINDA sua atitude

    ResponderExcluir
  10. Que demais, Anne! Até mostrei para o meu marido o post, achei muito fofinhas as corujas quando bem filhotinhas. Não sabia muita coisa sobre elas e muito menos que possam ser domesticadas. Acho muito admirável a sua história com os bichinhos, o carinho que você tem com eles... adoro quando tem esses posts aqui! E ela em cima do laptop? hahaha O meu Pituco fica assim também, mas ele é calopsita!

    Beijinhos,

    Bruna
    www.chezb.com.br

    ResponderExcluir
  11. Nossa, eu fico admirada com quem consegue cuidar de bicho.
    Qualquer um. Acho que não tenho jeito pra coisa. Já tentei e não deu muito certo.
    Mas sobre soltar ou não, eu acho que agora já era sabe? Você é a mãe delas.
    O máximo de independência delas deve ser passear pelo quintal.
    Não sei se isso delas dependerem de você é realmente o problema.
    Se você não as pegasse talvez já estivessem morrido então...
    Beijos

    http://www.biancagsnunes.com/

    ResponderExcluir
  12. OMG!! Elas são lindas!
    http://marymicucci.com

    ResponderExcluir
  13. Anne, muito legal a sua atitude. ;-) Nunca conheci uma pessoa que tivesse corujas (de verdade) em casa. Cuida direitinho como você está fazendo e seja o que Deus quiser, né? Adorei muito a última foto.

    Beijocas,
    Carol
    www.pequenajornalista.com.br

    ResponderExcluir
  14. Eu sou louca por corujas, acho lindo! Desejei um coruja! :D

    ResponderExcluir
  15. Achei incrível! Ainda mais essa foto dela em cima do monitor.
    Não entendo nada de animais mas acredito que já não de mais para devolve-las completamente para a natureza, elas devem estar muito adaptadas á você. Será que dá para criá-las soltas no quintal?

    :**

    ResponderExcluir
  16. Nossa, vc é uma pessoa muito iluminada! Não sei se conseguiria criar corujas, ainda mais eu que tenho medo. Elas são bem bonitas mesmo, mas morro de medo! E é complicado demais quando várias pessoas dão opiniões diferentes!
    Beijoos e boa semana ♥

    ResponderExcluir
  17. Nunca vi uma coruja pessoalmente, acho fofo os desenhos e o significado: sabedoria!
    Que lindo gesto de acolhe-las e cuidar delas como se fosse seus filhos.
    Elas estão lindas, tem cara de serem boazinhas e acho que te consideram como mãe delas.
    Parabéns!

    http://zihaveablog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Que história bonita! Eu nunca cuidei de pássaros, mas imagino que deve ser uma experiência inesquecível, ainda mais de duas corujinhas. Elas são lindas! Eu achei muito legal o cuidado que você teve pensando no futuro delas de volta para a natureza. Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Nossa,nunca vi uma coruja domesticada. Nao tem como leva-las para um lugar onde elas ficam com outras? Sei la. São bonitas,mas eu tenho muita dózinha quando vejo. E corujas são bem caras,sabia?
    Bem,faz o que vc achar melhor para elas.bjs e sucesso com suas corujas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez tenha como levar a um zoológico, mas é um lugar que eu não gosto e nem confio.
      Não sou a favor de ter pássaros em casa, afinal eles foram feitos pra voar! Os que eu tenho são todos resgatados e não teriam condições de viver sozinhos na natureza. Esse é um grande motivo pelo qual é difícil decidir o que fazer com as corujas daqui pra frente. Concordaria em soltá-las se realmente elas conseguissem sobreviver, mas se não houver grande possibilidade disso acontecer, prefiro mantê-las em casa e cuidar bem delas.
      Beijo

      Excluir
  20. menina, sou louca por corujas! um dos meus projetos 2015 é tatuar uma,adorei ver as suas

    www.tofucolorido.blogspot.com
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  21. Para tudo! Voce tem um porco e corujas? *----*
    Que coisas mais lindas! Eu teria, com certeza!
    Mas imagino mesmo que o cuidado deve ser complicado.
    Mas boa sorte e parabens por cuidar delas!
    Beijos, Ana do dia, ♥

    ResponderExcluir
  22. Porco e coruja ? Poxa, sua casa é animada, deve ser legal ter esses bichos diferentes, apesar de dar um trabalho extra. Super entendo elas não terem se acostumado a se virarem sozinhas, vai ser complicado voltá-las ao habitat natural, afinal, sempre tiveram tudo com todo carinho da mamãe humana.♥

    PiinkCookie.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. Que lindas que elas são. Tô babando nelas. Muito linda sua atitude de cuidar, parabéns.
    Beijinhos no coração
    Dani

    Phases of the moon
    Meu canal
    Fan page
    Instagram

    ResponderExcluir
  24. Elas são fofas e bem legal essa sua historia, mas morroooooo de medo.Juro.
    bjs

    ResponderExcluir
  25. Deve ser divertido mesmo. Nossa, tem um porco e uma coruja! Gosta mesmo de animais né, rs.

    Beijos!
    http://diario-noturno.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Geeeente, corujas! Que diferente!
    Eles são muito fofos, adorei os nomes também...
    Quando eu era pequena meu pai me levava para ver as corujas nas árvores do condomínio de noite...
    Beijos

    Little Bit of Glamour

    ResponderExcluir
  27. Eu tenho que dizer que corujas são as coisinhas mais fofas do universo ♥ Eu nutro uma paixão por elas assim, bem grande. Aqui em casa tem duas que sempre aparecem a noite e ficam observando a gente do muro e eu babo olhando pra elas e vendo o quanto são majestosas e coisa e tal.
    Super legal a sua atitude de ter procurado profissionais, de ter cuidado e de tá tentando fazer o melhor. Animais são uma coisa maravilhosa pra vida da gente, mesmo os mais inusitados.

    tofalandoisa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  28. Uauuuu anne, que máximo, eu adoro todos os tipos de ave, corujas são demais!!! Adoreiiii!!

    http://www.carolinapeclat.com

    Beijos
    Carol

    ResponderExcluir
  29. Emocionante esse post. Fico impressionada com seu amor e dedicação! Busco me espelhar em você! Nunca passei por essa situação, sempre morei em apartamento, então nunca vi um bebê de pássaro cair do ninho =/
    Elas são tão lindas! Espero que dê tudo certo, e se elas conseguirem se adaptar na natureza, que venham te visitar vez ou outra :D

    Beijos e parabéns por ser essa pessoa maravilhosa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre adoro seus recados! Obrigada por todo o carinho!
      Beijo

      Excluir
  30. Apaixonada por bichinhos hein Anne? fiquei encantada com seu porquinho haha e agora vi que você também tem coruja, mas esse bichinho eu não teria nãão, MORRO de medo kkkkkkkk Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MUITO apaixonada!
      Eu também morria de medo de corujas, mas depois de cuidar do Fernandinho e da Brigitte desde filhotinhos vi que não havia motivo nenhum pra ter medo.
      Beijo

      Excluir
  31. Que atitude legal a sua!! Continue assim, pensando no que será melhor para elas.

    Beijos.

    Jéssica
    Fashion Jacket - www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  32. Eu amo corujas! Acho que você deve cria-las com todo seu amor e isso basta, comida, carinho e atenção!
    Naturalmente elas terão a vida que elas quiserem ter.

    Anne, um lindo Natal para você!

    Beijos,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Tenha um ótimo fim de ano!
      Beijo

      Excluir
  33. Não acredito que vc é dona dessas fofuras! Admiro sua determinação para correr atras das informações certinhas para cuidar dos bichinhos! Deve dar um trabalhão, mas queria que você ficasse com elas pra ver sempre mais fotinhos!!! hehehe
    Amo corujinhas!
    Um beijão e boa sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode deixar, Paula... se elas ficarem, serão presença constante aqui no blog!
      Obrigada pelo carinho!
      Beijo

      Excluir
  34. Que graça! Acho que você abençoada para cuidar dessas excêntricas criaturas! pois não é qualquer um que pode hoje em dia... Aproveite! rsrs

    ResponderExcluir
  35. Nunca vi coruja de estimação!! *O* que legal.. acho elas lindas, maravilhosas <3 *-* Boas festas pra você, tudo de bom! Obrigado pelo carinho no blog neste ano de 2014 <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Andreza! Tenha um excelente final de ano!
      Beijo

      Excluir
  36. Guria, que lindo o que tu fez :D
    Realmente é complicado tentar fazer o melhor pras corujas e não ter uma orientação 100% confiável ein?
    Mas elas tão lindas e pelo jeito tu faz um ótimo trabalho!!!

    Bjs e feliz ano novo!

    ResponderExcluir
  37. Anne estão fofas, ou fofo e fofa!!!! sempre que possível coloque fotinho!!! bjucas

    ResponderExcluir
  38. Gente, sério. Como assim não conhecia seu blog ainda? Tô amando ler suas experiências com tanto bicho legal!
    Morri com essa coruja em cima do computador! Corujas são lindíssimas, tô babando aqui.
    Aposto que elas escolheram sua casa porque sentiram que iam achar uma mãezona :)

    ResponderExcluir
  39. Que ótimo todo esse cuidado com elas!
    Achei legal ver as expressões delas.
    Beijos, Aline
    http://versoaleatorio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...