quinta-feira, 30 de junho de 2016

O Zahir - Paulo Coelho

Uma confissão: comecei a ler Paulo Coelho porque estava intrigada com o fato de ver a mídia bombardeando o escritor com uma saraivada de críticas a cada novo livro e esses mesmos livros constando sempre nas listas de mais vendidos. Então qual o melhor jeito de descobrir a mágica por trás disso? Lendo.




O Zahir conta a história de um homem, escritor famoso assim como o autor, casado com Esther, jornalista e correspondente de guerra. Depois de dez anos de relacionamento, Esther misteriosamente desaparece, levando apenas dinheiro, alguns objetos pessoais e seu passaporte, provavelmente acompanhada de Mikhail, um rapaz mongol que ela havia conhecido há alguns meses durante seu trabalho.

A princípio sem ter qualquer pista do paradeiro de Esther, o narrador tenta superar sua perda de várias formas: cai em desespero, se sente sozinho, se sente livre, tenta se conformar, e começa a namorar Marie, uma atriz que amava outro homem, que não a amava.

Esther havia sido a grande incentivadora da carreira do marido. Alguns anos antes de desaparecer, ela o havia obrigado a percorrer o Caminho de Santiago, fato que deu origem ao seu primeiro livro e ao estrondoso sucesso de vendas que veio depois. Sentindo que ainda a ama tanto, mesmo namorando Marie, o narrador mais uma vez se vê obrigado a partir em uma longa caminhada por causa de Esther: dessa vez, para encontrar a esposa, ele precisa antes encontrar a si mesmo.


Esther é o Zahir do narrador - algo que, uma vez conhecido, passa a ocupar todos os seus pensamentos. Mesmo distante, em um lugar desconhecido, sem se comunicar ou enviar notícias, Esther parece nunca ter estado tão próxima de seu marido, porque é durante a ausência dela que ele irá recapitular toda sua história, e toda a história deles, e passará a entender todas as transformações pelas quais ela havia passado durante o tempo em que estiveram juntos. Assim, entenderá também por que ela partiu, e o que ele devia fazer para evitar repetir os mesmos erros.


Essa foi a terceira vez que eu li O Zahir e encontrei um fato interessante que uma amiga já havia me relatado anteriormente em relação aos livros de Paulo Coelho: a cada vez que você lê, tem uma interpretação diferente.


Em sua jornada para reencontrar Esther, o narrador, com ajuda de Mikhail, começa a ir aos lugares em que a esposa costumava ir e encontrar as pessoas com quem ela costumava estar. Durante todo o tempo em que estiveram juntos, ele nunca havia se interessado em ir com ela. E assim ele conhece um grupo que conta histórias de desamor num restaurante armênio, um bando de jovens de aparência agressiva que contraria as normas não escritas da sociedade, mendigos que vivem nas ruas de Paris e se entendem mais livres do que qualquer outra pessoa.


O conto dentro do conto: essa é a minha parte preferida de O Zahir. Pode estar relacionada à velha máxima de que o que é pra ser seu, será; pode se referir a generosidade; pode ser sobre espalhar o amor pelo mundo - um dos pontos centrais do livro.


Outro dia li em um blog sobre livros que as pessoas costumam rejeitar histórias de traição. Particularmente, eu acho uma enorme falácia o narrador insistir tantas vezes na ideia de relacionamentos abertos e questionar se realmente o amor deve se direcionar a somente uma pessoa - acho que ou você quer um relacionamento monogâmico e se dedica de verdade a ele, ou fique solteiro e não machuque gente inocente. Por outro lado, dá pra gostar de Marie e torcer por ela: Marie ama o narrador, o vê obcecado pela esposa, pensando e falando dela o tempo todo, e decide apoiá-lo a tentar reencontrá-la, porque acha que ele é uma pessoa por quem vale a pena lutar e que é impossível conviver com o fantasma de uma mulher que partiu.


O Zahir é uma história de amor, perda, generosidade, renúncia e libertação. É um livro muito interessante e eu já começo a pensar o que mais vou encontrar nele quando reler pela próxima vez...

Vocês já leram? O que acharam?

34 comentários:

  1. Eu nunca li esse livro. Gostei muito da resenha, sequer conhecia a história, parece interessante. Mas não entendi a parte do Mikhail. No começo do post entendi que a esposa fugiu com ele, e no final Mikhail ajuda o narrador a encontrar a esposa? Espero ler em breve :D

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Hello, Anne!
    Os livros do Paulo Coelho são assim mesmo, a gente ler várias vezes e sempre
    interpretamos de uma maneira. Ele é mesmo Mago, rs.
    Eu ainda não li esse livro mas vai para a minha lista, gostei da resenha!

    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir
  3. Eu já desisti de ler Paulo Coelho. Por algum motivo, não consigo passar das primeiras páginas. Mas achei super legal a maneira como você falou do livro e também fico curiosa em saber porque ele continua vendendo tanto, se é tão criticado. Acho que apesar do estilo dele não ser muito minha praia, o que ele escreve ainda consegue tocar muitas pessoas, e isso deve ser respeitado.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  4. Esse livro parece mara demais, não o conhecia. Agora quero ler!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  5. menina nunca li Paulo Coelho, mas agora fiquei com vontade hein!
    Adorei a resenha!
    Bjus
    Taty
    Na Casa dos Abrantes
    Canal

    ResponderExcluir
  6. Olá Anne tudo bem???

    nunca li um livro do Paulo Coelho, nunca me interessei...



    Beijinhos;
    Débora.
    http://derbymotta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Acredita que nunca li um livro do Paulo Coelho?!
    Lendo sua resenha so fico pensando em quão atrasada estou, se "temos" que ler cada um deles mais de uma vez para ver as diversas interpretações :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Me apaixonei pelo livro apenas com a sua resenha, uau! Essa questão de reler e interpretar de formas diferentes muitas situações do livro, sempre acontece comigo e desacreditada eu até releio um capítulo só pra ter certeza que eu interpretei de forma diferente da primeira vez que li mesmo ou se deixei escapar algum detalhe, sou dessas! hahah

    Beijos, mariasabetudo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, que bom que você me entende! Hahah
      Beijo

      Excluir
  9. Acabei de sentir uma enorme vergonha por nunca ter lido um livro do Coelho. Já li trechos, textos, frases, contos... mas uma obra assim, na mão e completa, ainda não. Fiquei super curiosa por conta da resenha - muito mais do que apenas lendo a sinopse - e já sei por onde começar a tirar essa pendência da vida, rs. Os detalhes parecem ser imensamente reflexivos e metafóricos. Tenho uma agonia tremenda com histórias que envolvem traição como algo "natural" ou que não remete em terríveis consequências (quando ela ocorre sendo uma mentira, algo que realmente fere o outro, fere as promessas...), mas tentarei ler como algo mais poético, como uma simbologia. Adorei cada detalhe muito bem abordado!

    SEMQUASES.COM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!
      Leia sim, apesar dessa parte que eu também não gosto, é um livro lindo!
      Beijo

      Excluir
  10. Anne, nunca li Paulo Coelho!
    Mas sua resenha me preendeu muitooo. Fiquei curiosa com a história, principalmente por se tratar de temas tão atemporais: amor, solidão, traição.... e o tanto que isso mexe conosco!
    Suuper beijo!!!

    ResponderExcluir
  11. Paulo coelho sabe conquistar a todos com as suas histórias.
    Faz muito tempo que não leio nada dele, e eu nunca li este livro.
    Espero ter a oportunidade de ler um dia <3
    Amei a resenha..

    ResponderExcluir
  12. Realmente fazem a diferença! E eu gosto do bege porque fica mais naturalzinho, sabe?! ;)

    Tenho preguiça de ler Paulo Coelho. Sempre começo e acho a leitura entediante. Mas isso não quer dizer que rejeitaria de ler esse título! Sou aberta para novas histórias. Confesso que sua resenha me atiçou a curiosidade!

    Ótima quarta!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  13. Eu adoooro o Paulo Coelho, mas nunca li esse livro Anne, amei sua resenha! Beijokas :)

    ResponderExcluir
  14. Nunca li nada do Paulo Coelho. Inclusive, pensava que ele escrevia livros de auto-ajuda :x Que bom que seu blog apareceu e me mostrou como eu estava redondamente enganada!
    Também fiquei com a pulga atrás da orelha.. Como ele é tão criticado e vende tanto?!
    Achei a história bem interessante! Não leria por agora um livro dele, mas quem sabe um dia, né? :)

    Um beijo! ♥
    www.daniquedisse.com.br

    ResponderExcluir
  15. eu adoro ler, li alguns dos mais famosos do paulo coelho como brida, diario de um mago etc qd era adolescente... esse deve ser mt bom tbm

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  16. Eu nunca li nenhum dele e como a lista tá longa, talvez eu vá demorar um bocado ainda pra ler.

    ResponderExcluir
  17. Fiquei intrigada para ler esse livro, me parece ser realmente muito bom. O unico que li até hoje de Paulo Coelho foi "11 min." se não estou enganada. rs foi há muitos anos atrás... vou por ele na lista de leitura! beijão!! http://distanciacerta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Eu li alguma coisa do autor, uns dois ou três livros dele, quando era adolescente ~ mas não li O Zahir. Parece que essa temática de "encontrar a si mesmo" é uma constante na obra dele (ou pelo menos nos livros que li dele) por isso a constante classificação como auto-ajuda. Eu confesso que não tenho vontade de ler novos títulos dele, todos que li me pareceram semelhantes entre si... e essa temática do amor universal, do o-que-você-procura-está-mais-perto-do-que-você-imagina (e derivados) não é muito a minha praia.

    Beijo Anne! :*

    ResponderExcluir
  19. Anne..eu sempre gostei dos livros de Paulo Coelho. A mídia e os críticos podem falar o que quiserem, minha opinião não precisa ser igual à de ninguém.
    Esse aí eu não li, mas já gostei.

    :*

    ResponderExcluir
  20. O único livro que li do Paulo Coelho foi O Alquimista, e amei muito. Esse eu não lembro de ter ouvido falar, mas com certeza vou atrás para ler porque tenho certeza que deve ser maravilhoso!

    Beijos
    barbfurtado.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Oi!!
    Nunca fui fão do Paulo Coelho não, já li o "Na margem do Rio Piegas eu sentei e chore" só o título já me deprimiu kkkkkkk, mas há quem goste.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  22. Oi Anne, tudo bem?
    Esse é um dos poucos livros do Paulo coelho que li, e achei muito bom, pois é um livro em que você é uma companhia constante na jornada do personagem. Confesso que não sou a maior fã dos livros do Paulo, mas com toda certeza esse é maravilho.
    abraços,
    Amanda Almeida
    http://blog.amanda-almeida.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Nunca li esse livro, aliás até hoje eu só li um livro do Paulo Coelho, e achei a leitura um pouco cansativa, devido a isso não me interessei mais em ler outro livro dele, essa história parecer ser interesse um pouco misteriosa, mas como eu não entendo de crítica, não sei o pq bombardearam tanto o escritor..

    http://www.carolinapeclat.com

    Beijos Carol Peclat

    ResponderExcluir
  24. Não sou muito fã de Paulo Coelho, mas achei a história bem interessante.

    Beijos ♥

    Jéssica || Fashion Jacket
    www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  25. Minha mãe adora Paulo Coelho e tem vários livros na estante de casa, mesmo assim por algum motivo nunca tive a curiosidade de ler algo. Talvez eu não tivesse idade pra me interessar, talvez seja porque nunca vi algo tão explicadinho quanto esse post... Agora tô me perguntando porque nunca li nada se tinha tanta coisa disponível :(

    ResponderExcluir
  26. Eu começei a ler um livro dele pela mesma razão. Todo mundo falava tanto que eu queria ver qual é! hehe Mas não cheguei a terminar não :/

    ResponderExcluir
  27. Acredita que nunca li nenhum livro do Paulo Coelho? Gostei da sua resenha, acho que vou começar lendo este rs

    Minhas redes sociais:
    Blog | Snap: thayanepontes | Insta

    ResponderExcluir
  28. Eu nunca li nada do Paulo Coelho e me sinto muito mal com isso, todo mundo que eu ouvi falando sobre seus livros o elogiaram demais!

    Abraço,
    milenaschabat.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...